terça-feira, 27 de março de 2012

BLIMHLJ




Eu gosto de pensar que somos eternos. Para sempre. Infinitos. Em nossos abraços. Em nossos risos. Olhares. Por vezes eu só queria que algumas coisas permanecessem. Porque eu não quero pensar na possibilidade de escrever sobre vocês daqui alguns anos e sequer saber por onde todos andam. E então ouvir no rádio algo como I’ll be there for you e sentir que a vida é feita de uma nostalgia que só cresce enquanto a gente não pode voltar atrás. Eu quero ter certeza de que seremos eternos. Para sempre. Infinitos. Apesar de nossas diferenças. Erros. Eu queria que fosse sempre como quando penso em vocês e sinto meus olhos brilharem, enquanto um sorriso se forma no meu rosto. Eu pareço morrer um pouco a cada vez que concluo que a eternidade não nos abraçará. Porque eu queria que fossemos jovens como um dia já fomos. Porque eu ainda gosto de fazer planos para uma viagem antes que nos tornemos ainda mais velhos e cheios de coisas para fazer. Sem tempo de rever os amigos. Sem tempo de amar um pouco mais. Será possível que realmente não ficaremos para sempre? Porque eu não sei como. Eu simplesmente não sei como vou reagir ao me lembrar do sorriso com gosto de areia da pré-escola, dos jogos de queimada no fundo do colégio, das disputas no vídeo-game, das brigas que não duravam uma semana – mas doíam tanto -, da sorveteria nas tardes de domingo, das ruas dessa cidade, das tantas cervejas. E risos. Uma vida – quase que - inteira. Como é que eu vou me olhar no espelho, ver meu rosto envelhecendo e não me lembrar de vocês? Porque nós temos algo que vai além de certa obra do destino ou de sorte, vai além dos nossos erros e acertos. O que nós temos é o que ainda me faz acreditar em bons sentimentos. Infinitos. Para sempre. Eu gosto de acreditar que ainda podemos ser eternos.
No one could ever know me
No one could ever seem me
Seems you're the only one who knows
What it's like to be me
Someone to face the day with
Make it through all the mess with
Someone I always laugh with
Even at my worst, I'm best with you, yeah

It's like you're always stuck in second gear
When it hasn't been your day, your week, your month, or even
your year.

I'll be there for you (when the rain starts to pour)
I'll be there for you (like I've been there before)
I'll be there for you ('cause you're there for me too)


Escrito em 15 de fevereiro de 2011 por Camila Aguilera
Canção: I'll be there for you - The Rembrandts

0 comentário(s):