sábado, 4 de agosto de 2012

DIA 04


Guardei dois em uma gaveta
Tranquei um outro atrás da porta
Enviei três deles em cartas sem destino
Um deles eu vi dentro de uma garrafa que esvaziei
Dentro de um trem outros dois me acenaram
Atrás de uma tela eu perdi a noção de quantos tive
Agora são cacos
São nada
Vinguei-me
Nunca mais dormi
Derrotei utopias
Desisti dos sonhos
Quis apenas realidade
Matei-me.

[Camila Aguilera]

0 comentário(s):