segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Dia 08

Segunda-feira, 08 de dezembro de 2014. O ano logo acaba. Esse ano. Esse caos. Esse vício de escrever somente se for sobre. Leia ao som do último disco do Charlie Brown Jr. Ou de algum outro disco deles. Só que a gente sabe que só fará sentido se ao ler esse texto a gente ouvir aquela nossa música. Ouvindo Charlie Brown eu vou lembrar da minha adolescência. Você vai lembrar da sua infância. Ou somente de alguns meses do ano passado. É, eu vou lembrar. Hoje. E eu podia te falar sobre os últimos dias, sobre o domingo com meus amigos daqui ou sobre hoje a tarde quando acordei em meio ao som de um trovão. Sabe, eu continuo não gostando deles. Da chuva, sim. Do céu em seus tons de cinza. Eu tirei uma foto pra você ver. A gente continua dividindo o mesmo céu. Só que esse ano alguns quilômetros nos separam. Você podia responder isso dizendo que ano passado nessa data nós também não estávamos dividindo o céu. Só que a gente estava junto de alguma forma. E nós sabemos bem disso. Nós sentimos bem isso. Na foto aparece também as flores da minha avó. Acho que não te falei, mas nunca fui muito de gostar delas. De uns tempos pra cá, as coisas mudaram. Talvez por eu passar menos tempo nessa casa, talvez por só ter resolvido “desperdiçar” mais tempo com a velhinha. Sei que sento e olho ela cuidar das tais plantas. É bonito, sabe? Nem tanto o jardim, mas o sorriso dela. O sorriso dela é realmente bonito. Lindo, eu diria. No mais, os dias vão bem. Você faz falta de vez em quando, mas dezembro está quase terminando. E eu vejo alguns dias, sentimentos ou lembranças ficando cada vez mais distantes. Um dia eu quero poder entender melhor sobre isso. Ou simplesmente deixar pra lá. O ano logo acaba. Esse ano. Esse caos. Tive dias bons. Juro que tive dias – ou seriam momentos? – realmente bons. Leia ao som do último disco do Charlie Brown Jr. Aquele que te dei de presente. Escute aquela música. Aquela que um trecho você colocou de dedicatória de um livro que me presenteou. Um dia, daqui algum tempo, eu volto a escrever sobre a gente. Eu conto nossa história. Eu coloco em um livro ou nesse blog. Escuta a música. Olha pro céu. Aproveite as férias e se cuide. O ano logo acaba. Infelizmente no fim desse eu já sei como a gente começa, como termina e que não estamos longe do fim. Do ano. Da primavera. Da gente.  

Por Camila Aguilera 

0 comentário(s):